quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

O Sapo do Rio Paraíba

Rhinela pygmaea, conhecido popularmente como “Sapo do Rio Paraíba”, é um anfíbio anuro endêmico da Floresta Atlântica, ocorrendo apenas nos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo.


Esse sapo recebe o nome de pigmeu (pygmaea) por ser um dos menores representantes da família Bufonidae, família dos sapos cururus, facilmente reconhecidos por terem a pele rugosa e glândulas de veneno bem desenvolvidas.
Durante o dia, costuma ficar escondido em tocas ou embaixo de pedras e troncos, saindo à noite para se alimentar.
Nos períodos reprodutivos, os machos emitem uma vocalização bastante estridente e exibem um grande 'papo' amarelado para atrair as fêmeas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário